Alterações nas unhas podem ser sinal de doença sistêmica

unhas

O formato das unhas, sua coloração e textura são capazes de dar dicas de como anda a saúde. o exame das unhas e lesões pode indicar doenças e falta de vitaminas. Quando quebradiças e com manchas brancas, podem representar uma simples alergia a produtos como esmaltes, detergentes e sabonetes, como podem ser indicadores de carência de ferro, ácido fólico e vitamina B12, que pode resultar em psoríase, micose e até anemia.

Distrofias e descoloração das unhas

Cerca de 50% das distrofias da unha são causadas por uma infecção fúngica . As demais resultam de várias causas, incluindo danos, deformações congênitas, psoríase, líquen plano e, ocasionalmente, tumores (cancerosos e não cancerosos). Medicamentos, infecções e doenças podem causar a descoloração das unhas (cromoníquia). Por exemplo, uma infecção pela bactéria Pseudomonas pode causar uma descoloração esverdeada .

O médico, muitas vezes, pode fazer um diagnóstico por meio de exames. No entanto, para confirmar o diagnóstico, o médico pode ter que coletar amostras de raspagens fúngicas e realizar uma cultura (processo de cultivo de organismos em laboratório).

Doença x  aspectos das unhas

  • Anemia: as unhas ficam secas, quebradiças, opacas, côncavas;
  • Doenças cardíacas: as unhas ficam curvadas para baixo, alargadas e com coloração arroxeada por causa alteração da circulação.
  • Doenças renais: as unhas ficam grossas, amareladas ou acinzentadas, com linhas verticais esbranquiçadas, brancas na raiz e vermelhas nas pontas.
  • Doenças hepáticas: ficam esbranquiçadas perto da raiz ou amareladas por inteiro.
  • Doenças digestivas: há pontos hemorrágicos, as unhas ficam doloridas, frágeis e se descolam ou descamam.
  • Diabetes: grossas, avermelhadas e com pequenas veias no dedo, ao redor das unhas e maior chance de micoses
  • Hipertireoidismo: afinamento e enfraquecimento das unhas.
  • Hipotireoidismo: unhas opacas e grossas.
  • Psoríase: depressões puntiformes, superfície rugosa, unhas grossas e quebradiças.
  • Problemas na glândula supra-renal: as unhas ficam escuras.
  • Doenças infecciosas graves (meningite e septicemia): surgem pequenas manchas roxas sobre as unhas.
  • Falta de vitaminas
    – Vitamina A: aspecto de casca de ovo, enrugada, esbranquiçada e quebradiça;
    – Vitamina C: hemorragia embaixo da unha;
    – Vitamina B3: ausência de brilho e linhas verticais e esbranquiçadas surgem em sua superfície;
    – Zinco: coloração acinzentada, cutícula seca e grossa, descamação intensa ao redor das unhas e linhas transversais bem acentuadas.

Medicamentos x  aspectos das unhas

  • Diferentes medicamentos levam à descoloração da unha, que melhora, geralmente, após o medicamento ser descontinuado, e a unha volta a crescer.
  • Medicamentos quimioterápicos podem causar escurecimento (hiperpigmentação) da placa ungueal. Faixas horizontais pigmentadas ou brancas também podem ser vistas em pessoas tratadas com alguns medicamentos quimioterápicos.
  •  A cloroquina, um medicamento utilizado no tratamento de infecções parasitárias e certos tipos de doenças autoimunes, pode fazer com que o leito ungueal fique preto-azulado.
  • A prata, que pode ser absorvida após uma exposição no trabalho ou através da administração de suplementos alimentares que contenham proteína de prata coloidal, pode fazer com que as unhas fiquem com uma cor azul-acinzentada.
  • Medicamentos contendo ouro, que é utilizado, às vezes, no tratamento de artrite reumatoide, podem deixar as unhas com uma cor castanho-clara ou escura.
  • Antibióticos de tetraciclina, cetoconazol e antibióticos de sulfonamida, fenindiona e fenotiazinas podem causar descoloração azul ou castanha.
  • A zidovudina (ZDV), um medicamento usado para tratar a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), pode provocar estrias longitudinais marrom-escuras. No entanto, essas estrias também podem estar presentes em pessoas com AIDS, mas que não estejam recebendo ZDV.
  • O envenenamento por arsênico pode causar a formação de linhas brancas horizontais nas unhas ou fazer com que as unhas fiquem castanhas.

Nos acompanhe também nas redes sociais: Facebook e Instagram.

Receba as dicas da Dra. Michelle